sexta-feira, 5 de julho de 2013

Nasci e vivi dentro do meu casulo dourado!




Nasci e vivi dentro do meu casulo dourado!









...........................Estou de rastos como cobra ondulando na lama esverdeada dentro da minha dor venenosa que aos poucos se insinuou no meu espírito, na minha alma....
Não fora preparado para esta aventura onde nada é dourado, onde a dor tortura e perfura e não temos meios nem remédios para ela. Mas perguntas - então porque tens os olhos secos?


Olho aparvalhado tentando encontrar esse som que não é, essa voz de adeus, mas respondo na mesma - Porque a dor é tamanha, porque me aperta o coração, me esmaga os sentimentos, me embarga a voz e me estrangula o caminho das lágrimas.....queria que fossem rio turbulento que me arrancasse este pavor  no seu correr, as dores que dóiem para caraças e as levasse consigo para longe , para um mar distante onde pudessem ser afogadas.....mas os meus olhos não choram, só sangram sem cor, corroídos e desfocados e por isso não te encontro, não te sinto, não....




Que faço eu aqui erguido na escuridão destes olhos perdidos, desta alma quebrada, mergulhado na mágoa do berço dourado onde o sol nascia sempre todos os dias e lua era minha na luxuria louca de amante.
Percorro as sombras que se movem comigo e se cruzam vadias e apressadas, lentas e escravizadas naquilo a que chamaram um dia a "azafama da lufa lufa diária"......

Senti o toque sem ver, ainda cego no horror, carcomido por dentro até ao tutano como oliveira milenar que vira um dia  perdida solitária na maresia solarenga dos altos campos
....

E o sol raiou de novo, e o coração acelerou.....
Olhei em volta nas trevas caídas e rasgadas e como chama nascida de cinzas incolores, os lábios sorriram e colaram-se docemente aos meus......



Depois de tantos anos o beijo ainda está lá, não secou e os meus olhos choram por fim, não a desilusão e  a dor, mas sim a felicidade e o teu sabor........


jorge d'alte

(Algumas das fotos tiradas da internet)