quarta-feira, 25 de maio de 2011

...RENUNCIAR


...Renunciar!
É a palavra que já pronunciei várias vezes, principalmente quando a minha alma se enfeita de cinzento e o sol não brilha e a brisa é vento varrendo do meu blog aqueles que eu queria escutar, que queria sentir, que me dão alento.
E tudo porquê? perguntam os vossos olhos desdenhosos...talvez não tanto assim, maybe curiosos...espectantes...Sim porquê? pergunto-me eu.
Não é que não tenha os ditos seguidores...não é que não comente os que sigo, è apenas porque não tenho eco na volta o que me faz pensar: para quê escrever aqui se o que encontro é silencio...pois é!
Eu sou gémeo (signos claro)e aí está o busilis da questão - dois em um - enquanto a razão diz-me, acaba com esta treta o outro o coração diz-me - e esses amigos que fizeste que te lêem (tenho mais de 5000 entradas)- lá está a porra da razão dizendo: mas são mudos PÁ! e o coração encolhe-se, revolve-se e ergue-se de novo forte e lutador.Mas que te interessa isso se o que eu quero é esse amor essa amizade essa fonte de aprendizagem, essa ponte entre o "Eu" e o "Tu"
hahah! E que aprendeste afinal?
Apenas a ser mais, mais do que tu, razão...

Renunciar; talvez seja efectivamente a hora certa.

jorge d'alte